iPad vira isca para códigos maliciosos em mecanismos de busca

A fabricante japonesa de soluções antivírus Trend Micro alertou na quarta-feira (27) que criminosos criaram páginas falsas para aparecer em pesquisas na web sobre o iPad, o novo gadget anunciado pela Apple no mesmo dia. As páginas tentam infectar o computador com um antivírus fraudulento chamado Live PC Care.

Temas populares são usados frequentemente nas chamadas “campanhas de SEO blackhat”, onde criminosos inflam o ranking de páginas em buscas do Google na tentativa de infectar quem busca informação sobre um tema popular. SEO é a abreviação de “search engine optimization”, ou “otimização para mecanismos de busca”, e “blackhat” é um termo comum para se referir à atividade hacker maliciosa.

Depois de anunciado, o iPad virou um dos temas mais populares na internet. Internautas falavam sobre o gadget em sites de redes sociais como o Twitter, onde conversas sobre o novo dispositivo lideraram os “trending topics”. Além do iPad, mensagens em massa sobre um novo aplicativo no Facebook também foram usados como isca.

O G1 confirmou que uma pesquisa no Google contém diversos resultados maliciosos já na primeira página, embora não nos primeiros resultados. Clicar nos links leva a uma página contendo anúncios para um antivírus fraudulento que, uma vez instalado no PC, irá detectar infecções inexistentes.

Os avisos de infecção continuarão até que o usuário aceite comprar o software.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL1468723-6174,00.html

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Falha grave no Bluetooth coloca bilhões de dispositivos em risco

Bancos de Dados Existentes

Tenha uma boa postura ao usar o computador