terça-feira, 23 de maio de 2017

terça-feira, 9 de maio de 2017

Backup e restauração do Joomla com Akeeba Backup

Na época da gravação desta vídeo-aula a versão do Joomla era a 1.7 mas pode ser adaptada as versões posteriores sem nenhum problema.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Software livre: um caminho mais curto

Boston - EUA - Um dos grandes desafios que envolvem o mundo do software livre tem a ver com uma dicotomia: por um lado, os custos sempre foram mais baixos (ainda que não se possa confundir software livre com software gratuito), de outro, sempre foi necessária uma mão-de-obra qualificada (e até tempos atrás) de mais difícil localização. A questão da mão-de-obra teve significativa melhora nos últimos anos, mesmo no Brasil - onde o número de profissionais capacitados para trabalhar com Linux vem crescendo constantemente. Agora, o próprio trabalho de desenvolvimento em Linux ganhou um impulso novo, com ferramentas que prometem simplificar o processo de criação de aplicações.

Um mundo diferente, com algumas semelhanças

No universo do software livre, a Red Hat talvez seja uma das únicas empresas a atuar como uma corporação, digamos, mais tradicional. E, nesse sentido, o Red Hat Summit - encontro anual da companhia, realizado em Boston, nos Estados Unidos - se assemelha a outras reuniões de grandes empresas de tecnologia norte-americanas. Durante 3 dias, cerca de 6 mil participantes se espalham pela dependências do Centro de Convenções da cidade. Entre Keynotes (sessões plenárias) e dezenas de salas dedicadas a treinamentos ou oficinas, os participantes exploram uma nova leva de ferramentas que, segundo a empresa, devem trazer mais velocidade e agilidade ao desenvolvimento de aplicações a partir de código livre.

O principal destaque é a plataforma Shift.io, lançada no primeiro dia do evento. Trata-se de um ambiente em que os desenvolvedores podem criar, modificar e até testar suas aplicações antes de levá-las à produção. A ferramenta é bastante flexível e facilita a integração de diferentes API's de modo praticamente instantâneo, agilizando significativamente o desenvolvimento, por diminuir a necessidade de reescrita de código. Para completar - e talvez aí esteja uma nota decisiva - todos os recursos da plataforma são gratuitos. Ou seja, você pode criar seu código, testar sua funcionalidade e não precisará desembolsar nada por isso.

Continue lendo: https://olhardigital.uol.com.br/pro/noticia/software-livre-um-caminho-mais-curto/68004