segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Google diz que PCs vão iniciar em sete segundos ou menos com Chrome OS

Empresa quer que computadores liguem tão rápido quanto uma TV. Sistema operacional será lançado no final de 2010 em netbooks.

O novo sistema operacional que o Google está projetando vai ligar computadores tão rápido quanto uma televisão, anunciou a companhia de buscas na internet ao demonstrar o Chrome OS.

O Google ofereceu a primeira amostra pública do sistema quatro meses depois de declarar intenção de desenvolver o produto que colocará a empresa em concorrência direta com Microsoft e Apple.

Fiel às origens do Google na Internet, o Chrome OS se parece mais com um navegador do que com um sistema operacional mais tradicional, como o Windows, o que se enquadra à ambição do Google de encaminhar os usuários à internet, onde poderão ver a publicidade que a companhia veicula.

A empresa anunciou que o sistema operacional estará disponível no final do ano que vem em netbooks de baixo custo que atendam às especificações de hardware do Google, como o uso exclusivo de chips de memória, e não discos rígidos mais lentos, para armazenar dados, contrariando o padrão atual.

Os netbooks acionados pelo Chrome OS só poderão usar aplicativos que rodam na wev, e os dados do usuários ficarão automaticamente armazenados na chamada nuvem de servidores de internet, informaram executivos do Google. "Trata-se de uma máquina para navegar na internet", disse Charlene Li, analista do Altimeter Group, em referência ao computador acionado pelo Chrome OS.

Veja mais: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL1389053-6174,00.html

sábado, 7 de novembro de 2009

Vendas do Windows 7 superam Vista em 234%

As vendas iniciais do Windows 7, novo sistema operacional da Microsoft, foram 234% maiores que as do Vista nos Estados Unidos, informa uma pesquisa do The NPD Group.

Com a combinação de descontos durante a pré-venda e a falta de promoção para a versão Ultimate, a Microsoft, dizem os analistas, conseguiu um lucro 82% maior do que o obtido na época do lançamento do Windows Vista.

Para o vice-presidente de análise da indústria no NPD, Stephen Baker, o lançamento do Windows 7 pode ser considerado um sucesso e isso se deve ao “programa de baixo custo na pré-venda, marketing de alta visibilidades e acordos agressivos”.

Mas, apesar das vendas das caixas do software terem ascendido de uma versão para outra, o Windows 7 ficou abaixo do Vista quando o assunto é comércio de hardware. Somando os períodos de vendas iniciais e da semana que as antecedem, os “Windows 7 PCs” tiveram uma queda de 6% comparando com o lançamento do Vista.

O declínio, diz Baker, pode ser explicado por um fator simples: a data de lançamento. Em janeiro - quando o Vista foi lançado no varejo dos Estados Unidos, 2006 -, os americanos costumam comprar mais do que em outubro, mês em que saiu o novo SO.

O analista ainda considera outros fatores importantes, como o aumento da venda de computadores com sistemas operacionais antigos durante o período inicial de comercialização do Windows 7.

Quanto ao mundo online, o sucesso da Microsoft parece se repetir. Em outra pesquisa recente, a Net Applications informa que o Windows 7 já faz mais acessos à internet que Linux e Mac OS Snow Leopard juntos.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Mandriva Linux 2010 está disponível para download

A Mandriva anunciou o lançamento da mais nova versão de sua distribuição Linux, o Mandriva Linux 2010. De codinome “Adelie” (um tipo de pinguim), o sistema tem como destaques vários ambientes destkop (um para cada tipo de usuário), rápido tempo de boot, administração facilitada com o Mandriva Control Center e um conjunto de software atualizado.

Há desktops para todos os gostos: KDE, Gnome, Moblin (para netbooks) e Sugar (originado no projeto OLPC, sob medida para as crianças). O fundo da área de trabalho pode ser trocado automaticamente a cada hora, e há um novo pacote com arte, incluindo 11 papéis de paredes enviados pelos usuários, escolhidos entre mais de 850 participantes.

O sistema foi otimizado para netbooks, com suporte completo a todo o hardware em todos os modelos da família EeePC, e a interface foi ajustada para que nenhuma janela ou opção não caiba nas telas de baixa resolução típicas destes máquinas. O utilitário Mandriva Seed facilita a tarefa de copiar o conteúdo de uma imagem ISO para um pendrive, possibilitando a instalação mesmo em máquinas sem drive óptico.

O pacote de software inclui o navegador Firefox 3.5, o conjunto de aplicativos de escritório OpenOffice.org 3.1.1 e o Media Center Moovida. Também há software sob medida para netbooks, como o ambiente desktop LXDE, leve e cheio de recursos.

O Mandriva 2010 está disponível em várias versões. A “Free Edition” contém apenas software livre e pode ser baixada gratuitamente. Também gratuito é do Mandriva One, um LiveCD instalável disponível em seis versões: duas baseadas no Gnome e quatro baseadas no KDE.

Por fim a “PowerPack Edition”, paga, inclui suporte técnico, codecs para multimídia e aplicativos proprietários como o Flash Player e Skype. Sai por 59 Euros via download, ou 64 Euros em DVD. Mais informações sobre o Mandriva Linux 2010 estão disponíveis no site oficial, em www.mandriva.com


Fonte: http://www.geek.com.br/blogs/832697632/posts/11537-mandriva-linux-2010-esta-disponivel-para-download