domingo, 12 de julho de 2009

Globo e Record preparam-se para a briga

A Globo e a Record estão fazendo contas muito importantes neste momento: cada uma dessas emissoras tem um time trabalhando para fechar a proposta que farão para tentar levar os direitos de transmissão das Olimpíadas 2016.

O COI fixou a data de 14 de agosto para que as propostas sejam enviadas. No final do mês, representantes do COI vem ao Brasil exclusivamente para fornecer mais detalhes às duas concorrentes.

Espertamente, o COI antecipou o leilão: como há chances reais de o Rio de Janeiro sediar as Olimpíadas, decidiu que as ofertas terão que ser feitas antes de outubro, quando o mundo saberá qual foi a cidade escolhida. Assim, faturará mais.

Globo e Record prometem uma guerra de foice para levar a medalha de ouro.

Na Globo, a palavra de ordem é: "já perdemos os últimos eventos, esse será nosso custe o que custar". Ou seja, pela primeira vez, a Globo admite internamente pagar um valor acima do que poderia valer as Olimpíadas.

A Record levou Londres 2012 por 60 milhões de dólares (A Globo ofereceu 41 milhões de dólares). Isso significa que o valor agora será muito maior do que esse?

Talvez não: entre aquela disputa e essa há um fator chamado crise econômica.


Talvez sim: a Record já andou vazando que teria separado 100 milhões de dólares para subir mais alto no pódio.

Nenhum comentário: