terça-feira, 28 de abril de 2009

Pela rede elétrica, Internet chegará a mais brasileiros

Outras tecnologias, como o WiMax, também ajudariam na universalização

A universalização da banda larga no Brasil recebeu o pontapé inicial há duas semanas, quando a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) regulamentou o acesso à Internet pela rede elétrica.

Para virar realidade, o sistema ainda tem que ser regulamentado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), mas os especialistas são unânimes em dizer que o potencial é grande. O sistema, que permite levar a tecnologia a todos os locais onde há luz elétrica, pode impulsionar o uso da banda larga, hoje restrita a 10 milhões de moradores das grandes cidades brasileiras.

"Em termos de inclusão digital, vai ser muito interessante, principalmente para municípios menores", diz o instrutor técnico do Instituto Nacional de Telecomunicações (Inatel), de Santa Rita do Sapucaí, Mário Ferreira Silva Júnior. Ele lembra que a energia elétrica chega a mais lugares do que o telefone ou a TV por assinatura, os dois meios que hoje conduzem a banda larga.

O superintendente da Infovias, empresa da Cemig que atua na área de telecomunicações, Ivan Soares Ferreira, acredita que o sistema esteja acessível ao consumidor em dois anos, porque, além da regulamentação da Aneel, será necessário investimento das operadoras. Ele ressalta o grande potencial da tecnologia para o acesso das massas.
A Infovias faz projetos-piloto com a tecnologia há nove anos e diz estar pronta para fazer parcerias com as operadoras. "É uma oportunidade de negócios para nós", disse.

WiMax. Outra tecnologia que espera regulamentação da Anatel é o WiMax, sistema de Internet sem fio capaz de levar a tecnologia onde ela não chega pelos meios tradicionais. "Quando falamos em locais onde a Internet ainda não chega, não estamos falando do Brasil remoto, são cidades a 20 quilômetros de São Paulo, que não têm cabo, nem 3G", diz o diretor de expansão de negócios da Intel Brasil, Cássio Tietê.

Fonte: http://www.otempo.com.br/otempo/noticias/?IdNoticia=109355

segunda-feira, 27 de abril de 2009

Estágio final do Windows 7 chega a programadores nesta semana

Versão 'release candidate' estará disponível nesta quinta. Novidade poderá ser amplamente acessada no dia 5 de maio.

A Microsoft vai lançar nesta semana a versão preliminar do sistema operacional Windows 7. A versão, conhecida como "release candidate", ou RC, indica que a companhia está nos estágios finais de completar o desenvolvimento do produto, sucessor do impopular Windows Vista.

A Microsoft afirmou que a versão RC do sistema estará disponível na quinta-feira (30) para download por programadores e profissionais de tecnologia da informação cadastrados nas redes MSDN e TechNet e poderá ser amplamente acessado em 5 de maio.A companhia ainda não informou quando a versão final começará a ser instalada em computadores ou será disponibilizada para compra em lojas, mas o vice-presidente de finanças afirmou na quinta-feira (23) que pode ser antes de julho.

Os sistemas operacionais da Microsoft, instalados na maioria dos computadores do mundo, ainda são o suporte principal da empresa, fornecendo mais da metade do lucro de US$ 4,4 bilhões no último trimestre.

O Vista, lançado ao público em 2007, se mostrou pesado para alguns computadores menos poderosos e muitos usuários reclamaram que o sistema é muito complicado. A concorrente Apple acabou promovendo uma campanha humorística na TV sobre os problemas da Microsoft.

Já o Windows 7, que tem recebido boas críticas em testes de público limitados nos últimos meses, tem um visual muito mais simples e tem uma série de recursos compatíveis com telas sensíveis a toques. A Microsoft informou ainda que o novo sistema vai interagir melhor com câmeras digitais e dispositivos de música.

Fonte: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL1099474-6174,00.html

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Ubuntu 9.04 lançado

A Canonical anunciou o lançamento da versão final do Ubuntu 9.04 Server Edition e Ubuntu 9.04 Netbook Remix, e também Kubuntu 9.04 e Xubuntu 9.04.

Dentre as melhorias podemos destacar: tempo de boot mais curto, melhoria em suspend-e-resume, novo sistema de notificações, GNOME 2.26, X.org server 1.6, Linux kernel 2.6.28, suporte a ext4 e mais.

O Kubuntu vem com o KDE 4.2.2, Amarok 2.0.2, o novo widget do gerenciador de rede baseado em Plasma, o primeiro Digikam para KDE4, Qt 4.5, entre outros.

http://www.ubuntu.com/getubuntu/releasenotes/904overview
http://www.kubuntu.org/news/9.04-release
https://wiki.ubuntu.com/Xubuntu/JauntyJackalope/Final

Fonte: www.noticiaslinux.com.br/nl1240540508.html

WiMAX pleno no Brasil só em março de 2010

Rede já existe no país mas alcance do sinal é o mesmo de uma conexão Wi-F

Poucas pessoas sabem - menos ainda usam -, mas o Brasil já tem planos domésticos de WiMAX prontos para navegação sem fio em alta velocidade. O serviço abrange 52 cidades da Grande São Paulo, mas não funciona como em Portland, nos EUA. Há algumas condições ideais que limitam a experiência plena da internet total.

A principal delas é que, se o usuário contratar o serviço da Neovia (a empresa pioneira no WiMAX no País), não pode andar pela cidade conectado. Isso porque o sinal é recebido por um modem fixo e transmite o sinal por no máximo 100 metros, como qualquer Wi-Fi. O sinal WiMAX até é replicado, mas não há aparelhos no País habilitados a reconhecê-lo.

Outro fator limitante é o contrato para um número mínimo de 25 pessoas. Os planos da Neovia são exclusivamente para condomínios. É como se fosse uma "internet por rádio", mas que utiliza o Wimax.

A empresa iniciou as operações em 2002, tão logo venceu, ao lado da Embratel - que também oferece WiMAX, mas, por enquanto, só a pequenas e médias empresas -, a licitação feita pela Agência Nacional das Telecomunicações (Anatel) para o uso da frequência de 3,5 gigahertz (Ghz).

Os condôminos tem quatro opções de planos entre as quais escolher. A mais em conta oferece acesso banda larga sem fios a R$ 39,90 durante os quatro primeiros meses. Após o período promocional, paga-se a tarifa cheia de R$ 69,90. A Neovia tem apenas 30 mil usuários. O número não impressiona, ainda mais se comparado à penetração de celulares 3G em São Paulo: dados da Cisco e da Anatel indicam serem mais de 500 mil em pouco mais de um ano. O WiMAX real é, ainda, uma promessa para os brasileiros.

Eterna promessa

São ao menos três os motivos que dificultam a disseminação da tecnologia no País. O primeiro - e mais fácil de vencer, conforme garantem executivos da Intel e da Pos-Data, que fabricam equipamentos WiMAX - é a disponibilidade de notebooks e celulares habilitados a receber o sinal. "Só precisamos do apoio da legislação", afirma Cássio Tietê, diretor de expansão de negócios da Intel.

Esta é a segunda e espinhosa razão; depois do leilão de 2002, em que foram compradas apenas 14% das faixas disponíveis para tráfego de dados na frequência de 3,5 GHz, a Anatel não realizou mais nenhum que pudesse contemplar potenciais provedores Wimax.

Já houve outras tentativas. Uma delas foi suspensa em 2006, depois de questionada pelo Tribunal de Contas da União (TCU) e pelas operadoras de telefonia. Enquanto o TCU discordava do preço mínimo colocado nas faixas do espectro a serem negociadas, as empresas queriam mudar as regras que as proibiam de comprar novos trechos em suas áreas primárias de atuação.

Com a suspensão da licitação, o processo retornou ao zero. No fim de 2008, novas regras para o leilão de 3,5 GHz foram colocadas para consulta pública até janeiro. Agora espera-se que o Conselho Diretor da Anatel anuncie outra redação de licitação até julho. Com sorte, o Brasil terá WiMAX pleno só em março de 2010.

Fonte: www.bemparana.com.br/index.php?n=105113&t=wimax-pleno-no-brasil-so-em-marco-de-2010

terça-feira, 14 de abril de 2009

Topfield lança gravador de vídeo HDD de alta definição

Chega ao mercado brasileiro na próxima semana o primeiro gravador de vídeo de alta-definição que usa apenas um HDD interno. O aparelho, produzido pela Topfield, custará R$ 1.799. O modelo estará disponível nas lojas FNAC da Avenida Paulista, Pinheiros e Shopping Morumbi. Mas quem quiser se adiantar, pode fazer a compra no site da rede, pois o produto está disponível para pré-venda desde 14 de março pelo preço de R$ 1.799.

O gravador, modelo TF7700 HDPVR-Tb, sintoniza e grava em alta definição, faz pausa da programação ao vivo e permite que o usuário volte o conteúdo assistido.

De acordo com a Unicoba, empresa fabricante do produto, o aparelho vem equipado com um HDD interno de 250 GB, que permite gravar 50 horas de vídeo em alta resolução ou 200 horas em definição padrão.

Outra vantagem do aparelho é que ele funciona como um mídia player, pois reproduz e armazena arquivos de músicas MP3 e filmes DivX – lidos diretamente de um pen drive. O produto possui conexões para HDMI, USB, S/PDIF, S-Vídeo, Vídeo Componente e porta Ethernet.

Fonte: http://wnews.uol.com.br/site/noticias/materia.php?id_secao=4&id_conteudo=13175

Lançado o Epidemic GNU/Linux 3.0

A equipe de desenvolvimento do Epidemic tem o prazer de anunciar o lançamento do Epidemic GNU/Linux 3.0 (codinome Symbiotic Evolution) que traz importantes novidades em relação à versão anterior e representa, sem dúvida, uma grande evolução na linha de desenvolvimento do Epidemic.
Você pode fazer o download aqui: www.epidemiclinux.org/download.html

terça-feira, 7 de abril de 2009

Nftables, o novo firewall do Linux

Tal como ocorreu no passado com ipfwadm e ipchains, agora toca ao iptables ir preparando-se para acabar no baú de memórias. O grupo encarregado do Netfilter publicou uma versão preliminar do que previsivelmente será seu sucessor: nftables. A nova ferramenta é mais adaptável, tem uma sintaxe mais simples e permite executar mais de uma ação por linha. nftables é formado por três componentes: a implementação no kernel, a biblioteca de comunicação (libnl) e o frontend. O desenvolvimento do zero foi necessário, já que cada vez estavam sendo incluídas mais extensões ao netfilter que tornavam-se difíceis de manejar para quem administrava os sistemas. Foi decidido támbem remover do kernel a maior parte do sistema de avaliação de regras. O código se encontra atualmente em estado alpha, o que quer dizer que se pode começar a testá-lo.

Fonte: http://www.noticiaslinux.com.br/nl1239077379.html

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Netbooks podem trocar Windows por Android

Desde que a HP iniciou testes com o sistema operacional apoiado pelo Google, o Android, para sua linha de netbooks, uma luz amarela acendeu na Microsoft. Atualmente, a fabricante do Windows surfa a onda dos computadores ultracompactos sem seu principal produto, o Windows Vista.

Como o Vista é pesado demais para o hardware enxuto dos netbooks, a Microsoft adaptou o antigo XP para atender esta crescente demanda.O uso do XP em netbooks é uma solução emergencial.

Até janeiro, quando devem chegar ao varejo as primeiras cópias do Windows 7, uma versão simplificada do novo sistema operacional deve finalmente levar às novidades da Microsoft para segmento de netbooks.

A ideia é que o Windows 7 Starter cumpra essa função e enterre de vez o XP, que sobrevive a contragosto de sua fabricante.

A estreia do Android em netbooks, no entanto, tem potencial para causar grandes estragos aos planos da Microsoft para seu vindouro Windows 7 Starter.

Saiba mais: http://info.abril.com.br/noticias/tecnologia-pessoal/netbooks-podem-trocar-windows-por-android-01042009-42.shl

Falha perigosa é descoberta no PowerPoint

Abertura de arquivo comprometido poderia levar à execução remota de código.

A Microsoft alertou seus usuários para uma falha no aplicativo PowerPoint que, se explorada, pode permitir execução remota de código.

Segundo o site The H Security, a brecha existe graças a um objeto inválido na memória, e pode ser explorada através de um arquivo manipulado. Este arquivo poderia chegar por email, entretanto a falha só está sendo explorada em ataques dirigidos.

Enquanto uma atualização não está disponível, noticiou o site BetaNews, o blog da Microsoft Security Research & Defense (tinyurl.com/dgnnrr) recomenda algumas ações de prevenção.

Uma delas é começar a utilizar o formato PPTX, um novo padrão XML inserido na versão mais recente do Office (2008 para Mac e 2007 para Windows), através do qual o novo ataque não poderia ser realizado. Outra alteração (tinyurl.com/d5x7zm) no Registro do Windows é capaz de dificultar o ataque também. Uma terceira solução seria utilizar o ambiente seguro MOICE (tinyurl.com/ddtcvv) para a abertura de arquivos recebidos.

A falha afeta os aplicativos PowerPoint 2000 SP3, 2002 SP3, 2003 SP3, no Windows, bem como o Office 2004 para Mac. Outras versões não seriam afetadas pelo problema.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Computadores estão em perigo neste 1º de abril

Poderoso vírus, o ‘Conficker’, pode sofrer mutação nesta quarta. Programa rastreia senhas e dados pessoais.

Alerta para o 1º de abril, e que não é piada. Alguns dos maiores fabricantes de software do planeta temem ataques de um poderoso vírus de computadores. Existe até uma recompensa de mais de R$ 500 mil para quem der informações que levem aos criadores da praga digital, batizada de “Conficker”. Portanto, se alguém disser que seu computador está em risco, acredite.

Segundo empresas especializadas em antivírus, máquinas do mundo inteiro estão sob a ameaça de um dos vírus mais perigosos dos últimos anos. Descoberto no ano passado, o Conficker está programado para sofrer uma mutação nesta quarta-feira (1º).

“O principal objetivo dessa ameaça é fazer a coleta de dados pessoais, senhas bancárias, cartões de crédito. No mercado de cyber criminosos, onde essas informações são realmente comercializadas para fazer fraudes eletrônicas no mercado de forma geral”, explica o especialista em segurança, Otto Stoeterau.

Saiba mais: http://g1.globo.com/Noticias/Tecnologia/0,,MUL1067180-6174,00.html