segunda-feira, 17 de dezembro de 2007

Vantagens e Desvantagens dos Monitores LCD

Entre os principais avanços dos monitores, talvez o principal tenha sido a adoção das telas planas, que não distorcem a imagem e que se popularizaram com os LCD. Outra coisa interessante das telas planas, em especial a dos LCD, é que economizam um bom espaço na mesa, pois são bem finas e, têm uma maior área útil. Um LCD de 17” é realmente de 17”, enquanto que um CRT (monitor convencional) de 17” tem, na verdade, cerca de 15,3” pois uma parte do tubo fica escondida por trás do painel frontal.

Mas qual será o monitor ideal? É preciso avaliar qual é a sua necessidade. As opções atualmente são monitores LCD (finos e mais caros) ou CRT (grandes, parecidos com televisores antigos, e mais baratos).

Os monitores de LCD são mais modernos e têm conquistado uma boa fatia do mercado, com seus preços em queda. Eles são bons para aqueles consumidores que não têm condição financeira ou não vêm necessidade em comprar um notebook, mas querem economizar espaço na mesa.

Uma dúvida constante é quanto ao fato dos monitores LCD serem ou não bons para usuários que querem usar o computador para jogar. A tela plana ajuda, garantindo melhor aproveitamento da imagem, mas é bom analisar bem o tempo de resposta.

Isto porque monitores LCD com tempo de resposta acima de 8 milisegundos não são recomendados para jogos de videogame porque as imagens dos jogos em alta velocidade ficam “borradas”.

A principal vantagem de se comprar um monitor CRT neste momento é que seu preço está muito barato. Mas atente a dois detalhes:

Primeiro, dê preferência por monitores CRT de tela plana, já que os de tela convencional distorcem a imagem e o preço é só um pouco mais barato que os de tela plana.

Em segundo lugar, apesar de mais baratos os CRT ocupam um grande espaço na mesa e não são tão elegantes.

Por outro lado, suas imagens têm bom brilho e contraste e são ótimas para jogos de videogame. Profissionais que trabalham com artes gráficas ainda dão preferência por monitores CRT pela sua maior fidelidade de cores.

Uma vantagem exclusiva dos CRT em relação aos LCD é que estes últimos saem de fábrica otimizados para uma determinara resolução, geralmente 1024 x 768 nos modelos de 17”.

Claro que os LCD funcionam em outras resoluções, mas a imagem fica serrilhada. Enquanto isto, os monitores convencionais (CRT) funcionam muito bem numa ampla faixa de resoluções, de 640 x 480 até 1280 x 1024, se a placa de vídeo conseguir trabalhar nesta resolução.

quarta-feira, 12 de dezembro de 2007

Dicas de segurança

Proteja-se de fraudes

  • Atualize seu antivírus diariamente.
  • Não clique em links recebidos por e-mail.
  • Não execute arquivos recebidos por e-mail ou via serviços de mensagem instantânea.

Proteja-se de vírus, cavalos de tróia, spyware, worms e bots

  • Mantenha todos os programas que você usa sempre atualizados.
  • Instale todas as correções de segurança.
  • Use antivírus, firewall pessoal e anti- spyware.

Mantenha seu navegador sempre atualizado

  • Mantenha seu navegador sempre atualizado.
  • Desative Java e ActiveX. Use-os apenas se for estritamente necessário.
  • Só habilite JavaScript, cookies e pop-up windows ao acessar sites confiáveis.

quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Televisão digital no Brasil

A primeira transmissão oficial de sinal de TV digital no Brasil ocorreu em 2 de dezembro de 2007, às 09:20h, na Sala São Paulo, na cidade de São Paulo.

O Brasil foi o único país emergente onde emissoras e indústrias de equipamentos financiaram parte dos testes de laboratório e de campo para comparar a eficiência técnica dos três padrões tecnológicos existentes em relação à transmissão e recepção dos sinais.

Desde 1996, Goiás é um dos estados diretamente empenhados na corrida tecnológica para a implementação da televisão digital. O ano de 1996 também ficou marcado pela chegada da DirecTV primeiro sistema de TV digital no país, porém pago e inacessível a maioria da população. No final do ano chegaria a SKY pra competir nesse mercado.

Em 2003 o Presidente Luís Inácio Lula da Silva assinou o Decreto n.º 4.901, que criou o Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre, ou SBTVD, e o Comitê de Desenvolvimento, responsável pela sua implementação. Após o término da 1a fase de estudos [1] em 2006, o presidente Luís Inácio Lula da Silva assinou o decreto de n.º 5.820 que criou Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital Terrestre, responsável por padronizar e harmonizar as tecnologias nacionais, desenvolvidas pelas universidades e centros de pesquisas brasileiros, com a tecnologia da ARIB (Association of Radio Industries and Business) do Japão e outras.

Modelos, sistemas e padrões de TV Digital para o Brasil

O Modelo de TV Digital incorpora a visão de longo prazo e o conjunto de políticas públicas. O Modelo deve articular todas as iniciativas, atividades e ações relacionadas à questão. O Modelo define as condições de contorno para o estabelecimento do Sistema e respectiva definição do Padrão.


O Sistema de TV Digital é o conjunto de toda a infraestrutura e atores (concessionárias, redes, produtoras, empresas de serviços, ONGs, indústrias de conteúdo e de eletroeletrônicos).


O Padrão de TV Digital é o conjunto de definições e especificações técnicas necessárias para a correta implementação e implantação do Sistema a partir do Modelo definido.


Atualmente existem diferentes modelos, sistemas e padrões de TV Digital no mundo. No Brasil a definição final do padrão depende da harmonização de um modelo (arcabouço legal e institucional) e de diferentes sistemas (tecnologias de software e hardware).


A legislação brasileira foi bastante flexível com relação a portabilidade da TV Digital no Brasil, permitindo a sua utilização nos mais variados dispositivos.



segunda-feira, 24 de setembro de 2007

O que é Eletricidade?

Demócritos (480-370 a.C.), antigo filosofo grego, criou a teoria de que todos os corpos existentes eram formados pela junção de inúmeras minúsculas partículas, invisíveis ao olhos humano, chamadas átomos. A maneira com que os átomos se juntam entre si dá a forma aos infinitos corpos existentes no universo. Assim, dois objetos de mesma massa (isto é, com a mesma quantidade de átomos) podem ser completamente diferentes por causa da maneira com que os seus átomos estão agrupados. Segundo a teoria de Demócrito, o átomo era a menor parte matéria, isto é, qualquer corpo poderia ser dividido até o ponto em que só sobrassem seus átomos isoladamente.

Mais recentemente descobriu-se que os átomos não são partículas sólidas e indivisíveis, mas sim formadas por outras três partículas (chamadas partículas subatômicas): os elétrons, os prótons e os neutrons. Os prótons e os neutros ficam bem próximos um dos outros, em um grupo compacto, formando o núcleo do átomo.

Através de várias experiências, verificou-se que os prótons e os elétrons se atraem, porém os prótons repelem outros prótons, bem como elétrons repelem outros elétrons. A essa dualidade damos o nome de polaridade. Para diferenciar estas duas polaridades de atração e repulsão, foram adotados os nomes polaridade positiva, para os prótons, e polaridade negativa, para os elétrons.

Essa dualidade de atração e repulsão é muito similar ao que ocorre ao magnetismo. Todos que já brincaram com um pedaço de imã sabe que dois lados de mesma polaridade se repelem, ao passo que dois lados de polaridade oposta se atraem. Adiante veremos que existe uma estreita relação entre o magnetismo e a eletricidade.

Os nêutrons, por sua vez, não possuem polaridade alguma, são partículas neutras. Como os prótons do núcleo do átomo estão bem próximos, eles possuem a tendência de se repelir, o que faria com que os prótons se soltassem do núcleo, desfazendo o átomo. Dessa forma, os nêutrons servem para equilibrar o núcleo do átomo, permitindo que os prótons possam ficar muito próximo um dos outros sem que essa tendência de fuga siga adiante.

A quantidade de elétrons, prótons e nêutrons que cada átomo possui gera um elemento diferente, como o hidrogênio, o oxigênio e o carbono, como mostra a famosa Tabela Periódica dos Elementos, que tanto vimos em nossoas aulas de química na escola.

Na nataureza, os elementos buscam o equilíbrio. A maioria dos elementos não está em equilíbrio: ou estão com falta de elétrons ou estão com excesso de elétrons. Os átomos se aproximam para formar moléculas (conjunto de átomos) por causa da falta ou do excesso de elétrons que possuem.

É muito mais fácil soltar um elétron de um átomo do que um próton, já que o elétron está girando livremente ao redor do átomo, enquanto que o próton está compactado em um núcleo.

A Terra é um enorme depósito de elétrons livres, soltos de átomos, á procura de átomos que precisam de elétrons para que eles possam completar esses átomos, equilibrando-os.

Essa "força" de atração e repulsão de prótons é genericamente chamada eletricidade. Como vimos, é muito mais fácil um elétron se deslocar do que um próton, portanto estaremos lidando basicamente com os életrons.

O potencial elétrico de um sistema, isto é, a quantidade de elétrons livres que ele possui para suprir uma "carência" de elétrons é chamado tensão elétrica. O fluxo de elétrons que circula em um condutor (qualquer meio que possa servir de transporte para os elétrons) é chamado corrente elétrica. A oposição que esse meio apresenta à passagem da corrente elétrica é chamada resistência elétrica.

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

Tornando seu design útil

Usabilidade do design
Episódio I - Beleza não se põe na mesa

Sejamos práticos: um design não tem que ser 100% belo, ser única e exclusivamente bonito. Ele deve ser funcional, pois tem o papel de comunicar-se com os visitantes (os receptores da mensagem), de passar a mensagem de forma sucinta, clara e objetiva. Por mais paradoxo ou redundante que seja, se a comunicação não se comunica, de nada serve, pois não executa sua tarefa básica - levar a informação disparada pelo "emissor" até seu destino final, o "receptor".

segunda-feira, 23 de abril de 2007

Tenha uma boa postura ao usar o computador

QUAIS OS DETALHES DA BOA POSTURA QUE DEVEMOS OBSERVAR?


Monitor

Deve estar alinhado com a parte superior da cabeça, a uma distância de 45 a 70cm dos olhos.
Teclado/Mouse

Deve estar posicionado numa altura que permita o alinhamento do antebraço / punho / mão, durante o trabalho.
Cadeira

Deve ser ajustável no encosto e altura, ser estofada e confortável. Você deve sentar numa postura ereta, sem curvar as costas ou se inclinar para frente; não debe levar os braços à frente ou afastá-los do corpo; os pés devem estar apoiados no chão ou no apoio de pés.

EXERCÍCIO: ALONGAMENTO
PORQUE PRECISAMOS NOS ALONGAR?


O alongamento é solução maravilhosa. É uma atividade muito simples, que faz você se sentir melhor. Ele é suave, tranquilo e relaxante. Praticado corretamente pode evitar muitos problemas relacionados ao trabalho, antes deles surgirem e se já houver algum dano, ajudar na reabilitação.
O alongamento pode ser feito em quase todos os lugares e a qualquer hora, não exigindo nenhum equipamento especial, nenhuma habilidade.

Você pode alongar-se períodicamente no decorrer do dia esteja onde estiver. É o antidoto perfeito para longos períodos de inatividade e imobilidade.

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DO ALONGAMENTO?

  • Diminui a tensão muscular.
  • Melhora a circulação e a qualidade do sono.
  • Diminui o risco de lesões.
  • Melhora a prontidão mental.
  • Reduz ansiedade, stresse e fadiga.
  • Aumenta a disposição.
  • Aumenta a flexibilidade, força, rítimo, agilidade e resistência muscular.
COMO ALONGAR-SE?
  • Respire naturalmente.
  • Sinta o alongamento.
  • Relaxe.
  • Preste atenção ao seu corpo, concentre-se nos músculos e articulações que estão sendo alongados.
  • Respeite o limite de conforto de seu corpo, não permitindo a presença da dor, simplismente uma tensão.
  • Não se compare com seus colegas cada um tem seu limite de alongamento.
  • Não balance. Mantenha a posição por 15 segundos.
QUANDO ALONGAR-SE
  • Pela manhã ao acordar, à noite antes de dormir, após exercícios físicos.
  • Sempre que sentir cansado, rígido ou dolorido.
  • Sempre que precisar de mais energia e concentração.
SÉRIE DE EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO

SÉRIE DE EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO

Lembre-se!!!
Faça a série de exercícios períodicamente!!!









DICAS GERAIS


  1. Mude de posição quando necessário - levante, estique-se.



  2. Alongue-se, movimente-se e faça pausas, quando sentir sinais de cansaço. Não tenha vergonha de se alongar!



  3. Não ultrapasse o limite de resistência do seu corpo.



  4. Corrija sua postura e elimine os vícios posturais.



  5. Observe e permita que seja observado por um colega com relação à sua postura durante o trabalho.



  6. Use as duas mãos para executar comandos de duas teclas.



  7. Segure o mouse levemente. Não o agarre com força, nem o aperte. Use-o com a mão direita, ora com a mão esquerda e deixe-o próximo ao teclado.



  8. Evite usar diariamente sapatos com salto alto. Elesdificultam a circulação de sangue em suas pernas.



  9. Faça exercício regulamente. Você terá mais energia e, com certeza, irá melhorar sua qualidade de vida.



  10. Atividades domésticas/esportivas: evite tarefas/exercícios que exijam movimentos repetitivos semelhantes aos realizados durante o trabalho.